lp_website_1-detalhe_slideshow_1900_11003_1900x1100_acf_cropped
lp_website_1-pg-piso11_slideshow_1900_11001_1900x1100_acf_cropped

Parcela A – Lotes 6 e 7

Parcela A da Baía de Luanda, Angola 2014

Os espaços de intervenção situam-se nos terraços dos pisos 4, 10 e 11 dos lotes 6 e 7, localizados no extremo Nordeste do loteamento da Parcela A ao longo da Av.4 de Fevereiro. O conjunto formado pelos dois lotes definem uma entrada no loteamento.
Com orientação para a cidade e com uma forte relação com a praça 17 de Setembro representam um momento marcante no plano.

A proposta do projecto procura uma imagem una para os dois edifícios, não se distinguindo particularidades em cada lote. O projecto pretende dotar os espaços de condições de utilização adaptadas ao usufruto das fracções adjacentes a cada piso, mas também que as restantes fracções dos pisos superiores possam tirar partido visual da intervenção.
Desta forma, a proposta baseia-se na construção de um padrão muito forte ao nível do plano dos pavimentos, inspirada nos padrões de tecidos africanos, procurando a afirmação de uma identidade própria no contexto em que se insere o edifício – na Baía da cidade de Luanda, em Angola, no centro do continente Africano.
A proposta constrói-se com peças de pavimento, numa estereotomia de formas geométricas e cores, repetindo algumas simetrias, alterando regras da composição, alternando os sentidos e orientações das sequências do padrão.
Acrescentam-se peças tridimensionais nos pavimentos, encaixando na estereotomia definida floreiras que introduzem elementos arbóreo-arbustivos nos terraços. Estas floreiras são indispensáveis para amenizar o ambiente, dando alguma sombra e criando um efeito cénico para quem observa os terraços a partir das fracções adjacentes, dotando-os das condições de conforto necessárias.

Edifícios de Escritórios e Habitação
Área: 737 m2 + 897 m2
Equipa: Margarida Quelhas, Nuno Mota
Arquitectura: Costa Lopes Arq.
Cliente: IHE - Promoção e Investimentos Imobiliários